segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Crítica: 127 Horas (2011)

Classificação:  8 / 10


Este 127 Horas conta uma história real de um episódio da vida de Aron Ralston, que não tem nada de bonito. O filme esta muito bem realizado e tem um argumento bastante fluído que deixa o espectador sempre agarrado à história para ver o que vem a seguir.

A interpretação de James Franco contribui muito para o filme, que serve para nos dar uma mensagem forte mas num tom leve e fugaz, considerando-o como um episódio marcante na vida de uma pessoa mas que está integrado num todo, que são os diversos episódios pelos quais passamos.

Trata-se de um filme a meu ver bom, forte e sensível ao mesmo tempo, e por isso aconselho a que todos o vejam.

O Melhor: A realização de Danny Boyle e a interpretação de James Franco.

O Pior: o facto de poder ser considerado um filme apenas sobre um só acontecimento.

2 comentários:

  1. Bom texto. Estou mesmo ansiosa para ver este filme =) !

    ResponderEliminar
  2. Força então nisso! Depois de veres diz-me então o que achaste :)

    ResponderEliminar